Investigador português cria software de simulação do fluxo sanguíneo em artérias

Fundação Gulbenkian atribui prémio de 12,5 mil euros

30 dezembro 2009
  |  Partilhar:

Um programa de computador que simula o fluxo sanguíneo nas artérias, desenvolvido por um investigador do Centro de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, foi premiado pela Fundação Calouste Gulbenkian. O galardão, no valor de 12,5 mil euros, foi atribuído ao abrigo do Programa de Estímulo à Investigação da Fundação Calouste Gulbenkian.

 

Segundo nota enviada à imprensa pela Universidade de Coimbra, o novo programa permite "reproduzir o fluxo sanguíneo e a sua interacção com as artérias", possibilitando "simular o funcionamento de um sistema biológico altamente complexo”.

 

Como futura aplicação prática do software está a possibilidade de os clínicos virem a planear terapêuticas para doentes com patologias do foro vascular – aterosclerose, aneurismas e obstruções arteriais - ou mesmo uma cirurgia. “A plataforma permite testar abordagens que possam ser mais adequadas às características de cada doente. Permite criar um laboratório no computador, onde é possível simular experiências clínicas sem qualquer perigo para o doente”, explicou o investigador, citado pela agência Lusa.

 

A investigação do CMUC/FCTUC está a ser desenvolvida em colaboração com a Universidade Joseph Fourier e o hospital La Tronche, em Grenoble, França, e a verba do prémio atribuído pela Fundação Gulbenkian vai ser aplicada na criação de uma plataforma tridimensional (3D) de simulação de artérias.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.