Investigador português admite uma pré-linguagem nos macacos

Cientista recebe prémio ISPA

09 janeiro 2008
  |  Partilhar:

 

O investigador Ricardo Gil da Costa recebeu segunda-feira o prémio de investigação do Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA) por um trabalho que revela que os macacos têm mecanismos cerebrais semelhantes aos que permitem a linguagem nos seres humanos.
 

 

O estudo "Toward an evolutionary perspective on conceptual representation: Species-specific calls activate visual and affective processing systems in the macaque", de Ricardo Gil da Costa, investigador do Salk Institute for Biological Studies, na Califórnia, EUA, e do Instituto Gulbenkian da Ciência, foi publicado na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences” (PNAS).
 

 

O trabalho agora distinguido com o Prémio ISPA de Investigação em Psicologia e Ciências do Comportamento, que relaciona as disciplinas da psicologia e da neurobiologia, dedicou-se à análise das bases evolutivas do sistema de representação conceptual, ou seja, "as bases fisiológicas onde representamos mentalmente todos os conceitos que podemos imaginar, desde objectos, animais a interacções sociais, por exemplo".
 

 

O Prémio ISPA de Investigação em Psicologia e Ciências do Comportamento distingue anualmente desde 2003 com 2.500 euros o trabalho de um jovem investigador português, publicado nos três últimos anos numa revista internacional científica em Psicologia e áreas afins.
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.