Investigação sobre células estaminais embrionárias pode ter financiamento público nos EUA

Barack Obama revoga medidas decretadas por Bush

12 março 2009
  |  Partilhar:

No cumprimento de uma promessa eleitoral, o presidente norte-americano, Barack Obama, anunciou esta semana o fim da proibição de financiamentos públicos federais à investigação com células obtidas a partir de embriões humanos, revogando as medidas adoptadas pelo anterior presidente, George W. Bush.

 

Com o levantamento das restrições, Obama abre o caminho à canalização de fundos federais para programas de investigação sobre células estaminais obtidas a partir de embriões humanos, relançando, no entanto, a polémica, nos EUA e no mundo, sobre os limites morais da actividade científica.

 

O Vaticano recebeu com preocupação o levantamento de restrições ao financiamento público da investigação sobre células estaminais embrionárias nos EUA e defendeu a dignidade humana em todas as fases da existência. Num artigo publicado no
 

“L'Osservatore Romano”, diário oficial do Vaticano, Adriano Pessina, director do Centro de Bioética da Universidade Católica de Roma, defendeu que "o embrião é uma pessoa desde o princípio".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.