Investigação sobre alergénios de pólenes vence prémio nacional

Estudo da Universidade de Évora distinguido com o galardão SPAIC-MSD

02 novembro 2011
  |  Partilhar:

Um estudo realizado por dois investigadores da Universidade de Évora sobre alergénios de pólenes de gramíneas e oliveira, responsáveis por um elevado número de problemas alérgicos, conquistou um prémio nacional na área da Imunoalergologia.

 

O Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas (ICAAM) da Universidade de Évora revelou que o estudo foi distinguido com o galardão SPAIC-MSD, da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica e da companhia farmacêutica multinacional Merck Sharp & Dohme.

 

O trabalho das equipas lideradas pelos professores da Universidade de Évora (UÉvora) Célia Antunes e Rui Brandão consistiu no desenvolvimento de metodologias de quantificação de alergénios de pólenes de gramíneas e oliveira, que são “responsáveis por um elevado número de problemas alérgicos”.

 

O estudo integra o projecto europeu HIALINE (Health Impacts of Airborne Allergen Information Network), que envolve 14 países - do norte, centro e sul - da Europa, sendo que cada uma destas zonas está a estudar alergénios diferentes. O HIALINE visa o desenvolvimento de uma plataforma tecnológica comum que permita o estabelecimento de uma rede europeia de monitorização de alergénios polínicos na atmosfera.

 

O prémio SPAIC-MSD é instituído anualmente e visa reconhecer a qualidade da produção científica desenvolvida na especialidade de Imunoalergologia.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.