Investigação portuguesa ganha Prémio Grünenthal Dor 2005

Premiado estudo sobre alterações cerebrais durante a dor crónica

08 fevereiro 2006
  |  Partilhar:

 

Um estudo português que descobriu que a dor crónica provoca uma alteração numa região do cérebro (tálamo) - que leva à perpetuação da dor - ganhou o primeiro Prémio Grünenthal Dor 2005, no valor de 7.500 euros.
 

 

O prémio, considerado o mais prestigiado galardão na área da dor, foi entregue aos autores do trabalho de investigação "Envolvimento dos receptores GABAb do tálamo na dor crónica": José Castro Lopes, Joana Ferreira Gomes, Catarina Soares Potes e Fani Moreira Neto, do Instituto de Histologia e Embriologia da Faculdade de Medicina do Porto.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.