Investigação na área oncológica foi premiada

Estudo da Universidade Nova

08 janeiro 2016
  |  Partilhar:
Um trabalho de investigação na área oncológica, que tem como objetivo tornar as células cancerígenas menos resistentes à quimioterapia, foi distinguido com a medalha de honra de uma empresa de cosmética para as Mulheres na Ciência 2015.
 
A investigadora da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, Elisabete de Oliveira Marques, recebeu a distinção, que, segundo um comunicado da instituição universitária, ao qual a agência Lusa teve acesso, “visa reconhecer e incentivar o trabalho das mais promissoras jovens cientistas que desenvolvam a sua pesquisa em instituições portuguesas, com projetos originais no âmbito das ciências da saúde e do ambiente”.
 
A investigação de Elisabete Marques “tem como objetivo o desenvolvimento de nanopartículas luminescentes biodegradáveis, para descoberta de novos biomarcadores, e para servirem de veículo na libertação controlada de fármacos (Doxorrubicina e a Camptotecina) em células cancerígenas, e assim contribuir para o combate à resistência a quimioterapia convencional”.
 
No comunicado, a faculdade destaca o caráter “inovador” do projeto, que “poderá contribuir para melhorar a qualidade de vida dos pacientes, uma vez que abrange a criação de um dispositivo de tratamento não invasivo (via oral)”.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.