Investigação «em português»

Médicos portugueses distinguidos em La Palma

13 abril 2002
  |  Partilhar:

Investigações conduzidas por dois médicos açorianos foram premiadas pelo júri das Jornadas Médicas do Atlântico (Açores, Madeira, Canárias, Cabo Verde), que decorrem entre 24 e 28 de Abril em La Palma (Canárias).
 

 

Uma fonte da comissão organizadora, Mário Lima, disse à Agência Lusa que os prémios distinguiram um trabalho sobre a Leptospirose e outro relativo à alimentação durante o primeiro ano de vida de uma criança.
 

 

A investigação sobre a leptospirose, uma doença que se transmite por contacto com a urina dos ratos e que tem provocado mortes nos Açores, foi realizada por um equipa liderada pela médica Helena Tavares Sousa, do Hospital do Santo Espírito, em Angra do Heroísmo.
 

 

à frente do outro trabalho premiado - "Alimentação no primeiro ano de vida e predisposição para atopias alimentares" - esteve Lenia Amaral, do Centro de Saúde de Ponta Delgada.
 

 

As 28/as Mesas Médicas do Atlântico, que contarão com a participação de cerca de duzentos médicos dos quatro arquipélagos, 25 dos quais açorianos, vão debater temas como "A saúde Buco- Dental", "Doenças Cardio-Vasculares" e "Doenças Infecciosas".
 

 

Orçado em 128 mil euros (25 mil contos), o encontro é financiado pelos Governos das três regiões autónomas e pelo Governo da República de Cabo Verde.
 

 

As Jornadas Médicas do Atlântico tiveram o seu início em 1973 na ilha de São Miguel - apenas com médicos dos Açores - e foram impulsionadas pelo médico madeirense, radicado nos Açores, Homem de Gouveia, que faleceu entretanto.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.