Investigação e intervenção para combater o HIV em África

Quatro projectos premiados

29 agosto 2007
  |  Partilhar:

 

Dois projectos de investigação portugueses e outros tantos de intervenção comunitária no combate ao HIV/Sida em África receberam apoios financeiros entre os 30 mil e os 60.500 euros da Fundação GlaxoSmithkline para as Ciências da Vida.
 

 

Na lista dos premiados está o projecto "Apoio à vida contra a Sida" desenvolvido na Guiné-Bissau e liderado por Arnault de La Tour, da Organização Cooperativa para a Intercooperação e o Desenvolvimento.
 

 

Outra distinção foi entregue ao "Projecto de Ensino Virtual em Saúde Sexual e Reprodutiva” de Nelson Pacheco da Rocha, da Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro, que visa formar jovens moçambicanos através de programas informáticos "on-line".
 

 

Também a iniciativa “Co-infecção pelo vírus da Hepatite B e vírus da Imunodeficiência Humana em países africanos”, da responsabilidade de Emília Valadas, Vítor Duque e Nuno Taveira (Clínica de Doenças Infecciosas - Faculdade Medicina) recebeu um apoio financeiro. O quarto projecto distinguido é liderado por Paulo Ferrinho, da Unidade de Sistema de Saúde do Instituto de Higiene e Medicina Tropical, e diz respeito ao “Apoio ao desenvolvimento de sítios sentinela para vigilância sentinela de segunda geração das IST/VIH nas grávidas”, desenvolvido na Guiné-Bissau.
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.