Intoxicações disparam no Verão

Relatos do Centro de Informações Antivenenos

21 julho 2009
  |  Partilhar:

Os casos de intoxicações disparam no Verão, sendo as crianças o grupo mais afectado, revelou o Centro de Informações Antivenenos à agência Lusa.

 

O mapa das chamadas recebidas pelo Centro de Informações Antiveneno (CIAV) ao longo do ano demonstra que há um pico de atendimentos durante os meses de Junho, Julho e Agosto. Em 2007, dos mais de 30 mil atendimentos realizados pelo CIAV, 13.759 ocorreram nestes meses.

 

"As pessoas vão de férias, o que normalmente significa uma mudança do sítio onde (os produtos perigosos) estão guardados. As pessoas estão mais relaxadas e as crianças têm mais fácil acesso. Por outro lado, também é nesta altura que normalmente se aplicam os pesticidas", lembra a coordenadora do CIAV, Fátima Rato.

 

Cerca de metade das 32 mil chamadas recebidas o ano passado pelo CIAV foram relacionadas com situações ocorridas com crianças até aos 15 anos. Fátima Rato afirmou que “65 a 70% dos casos relatados referem-se a miúdos entre um e quatro anos".

 

Fátima Rato justificou estes valores com as "características próprias desta faixa etária: começam a ter mobilidade e curiosidade para deitar a mão a tudo o que apanham e, como não têm qualquer noção de perigo, levam à boca tudo o que se possa imaginar". A curiosidade aguçada dos rapazes pode explicar a predominância masculina na faixa até aos dez anos, idade a partir da qual as meninas passam a representar o grupo de maior risco.

 

Na maioria dos casos, os medicamentos são os grandes alvos, mais de seis mil ocorrências num universo de 10.673 casos registados em 2007. Em segundo lugar, encontram-se os produtos industriais e domésticos. Em 2007, registaram-se 2.614 casos relacionados com a utilização indevida de detergentes para a louça e roupa, lixívias ou mesmo ambientadores para a casa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.