Interdição da apanha e comercialização de bivalves

Dados do Instituto Nacional de Recursos Biológicos

12 setembro 2011
  |  Partilhar:

À interdição da apanha e comercialização de mexilhões e amêijoa branca em várias regiões do país junta-se, esta semana, também a proibição da conquilha na área de jurisdição das Capitanias de Lisboa, Cascais e Peniche, disse à Lusa fonte do IPIMAR.

 

"Atendendo à presença de fitoplânton produtor de biotoxinas DSP, solicita-se preventivamente a interdição da apanha e comercialização de conquilha proveniente das zonas de produção do Litoral de Lisboa – Peniche”, indicou à agência Lusa fonte do Instituto Nacional de Recursos Biológicos (IPIMAR), do ministério da Agricultura.

 

Desde segunda-feira passada que a apanha e comercialização de mexilhão e amêijoa branca estão proibidas em todas as zonas a norte da foz de Rio Tejo, incluindo as faixas litorais entre Caminha e Matosinhos, Ria de Aveiro e Litoral entre Peniche e Lisboa, indicava uma nota oficial do ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, a que a Lusa teve acesso.

 

“É impossível prever a interdição dos bivalves e quanto tempo vai durar a proibição da apanha e comercialização, mas até final do Outubro podem surgir problemas”, adiantou à Lusa um dos investigadores do IPIMAR.

 

O consumo de bivalves contaminados com biotoxinas DSP causa diarreia, vómitos e dores intestinais e surge nas primeiras 24 horas após a ingestão, podendo-se prolongar por três dias, de acordo com a mesma fonte do IPIMAR.

 

A apanha do mexilhão está interdita na área das Capitanias Marítimas de Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Viana do Castelo e Caminha, Douro e Leixões, Aveiro, Lisboa, Cascais e Peniche. A proibição da apanha da conquilha está decretada para as áreas das Capitanias de Lisboa, Cascais e Peniche e a amêijoa branca está interdita no litoral de Matosinhos (Capitanias de Douro e Leixões) e Litoral e Ria de Aveiro.

 

No Estuário do Mondego (Capitania da Figueira da Foz) a interdição recai sobre a lambujinha.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.