Insulina pode ajudar a prevenir doença de Alzheimer

Estudo publicado na revista “PNAS”

06 fevereiro 2009
  |  Partilhar:

A insulina pode ajudar a prevenir a doença de Alzheimer, revela um estudo publicado na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences” (PNAS).  

 

No estudo, liderado por William Klein, da Northwestern University, de Chicago, nos EUA, os investigadores trataram neurónios de roedores com insulina, em conjunto com a administração do fármaco rosiglitazona, utilizado no tratamento da diabetes tipo 2. Através desta combinação, os cientistas conseguiram bloquear o efeito tóxico das ADDLs (proteínas tóxicas associadas à doença de Alzheimer).  

 

As ADDLs atacam as sinapses, ao aderirem aos neurónios, processo que conduz à perda de memória.  

 

Os cientistas descobriram que a insulina prevenia as lesões nos neurónios expostos às ADDLs, ao impedir a adesão destas às células. Também verificaram que a protecção proporcionada pela insulina aumentava quando se adicionava o fármaco rosiglitazona.  

 

Os autores sugerem que este estudo tornou possível colocar-se a hipótese de a doença de Alzheimer ser uma terceira forma da diabetes.  

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.