Insuficientes renais defendem mais transplantes

Associação pede rede pública de diálise

06 outubro 2002
  |  Partilhar:

A Associação Portuguesa de Insufientes Renais (APIR) alertou para o risco de Portugal "ficar nas mãos das multinacionais" se não apostar numa rede pública de hemodiálise e no incremento dos transplantes.
 

 

Em declarações à agência Lusa, o presidente da APIR, José Silva Ferreira, disse que o Governo deve investir mais no tratamento dos insuficientes renais crónicos, com vantagens para o Estado e para estes utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS).
 

 

Silva Ferreira falava à margem do colóquio "O acesso dos insuficientes renais crónicos ao Serviço Nacional de Saúde", organizado por aquela associação, que decorreu hoje no auditório dos Hospitais da Universidade de Coimbra.
 

 

"Noventa por cento dos serviços de diálise estão nas mãos de duas multinacionais", ficando os investimentos do Ministério da Saúde nesta área aquém daquilo que a APIR considera necessário.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.