Insuficiência cardíaca será a nova epidemia silenciosa

Alerta do presidente da Sociedade Portuguesa de Cardiologia

06 julho 2005
  |  Partilhar:

 

 

A insuficiência cardíaca será a nova epidemia silenciosa em Portugal, uma vez que está a aumentar devido ao envelhecimento da população e à hipertensão arterial, alertou o presidente da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC).
 

 

Manuel Carrageta falava durante uma palestra sobre o coração que decorreu em Lisboa, durante a qual o cardiologista alertou para «o grave problema de saúde pública» que é a hipertensão arterial.
 

 

«A hipertensão arterial é uma das principais causas de morte e incapacidade dos portugueses», afirmou Manuel Carrageta, explicando que, apesar de cerca de 42 por cento dos portugueses ser hipertenso, só metade sabe que tem a tensão arterial elevada.
 

 

A hipertensão arterial tem igualmente responsabilidades nas principais causas de morte em Portugal: as doenças coronárias e as cérebrovasculares. Manuel Carrageta afirmou que o controlo da pressão arterial consegue reduzir o risco dos Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC) em 40 por cento e os ataques cardíacos em 25 por cento. Este controlo consegue ainda reduzir até 50 por cento o risco de insuficiência cardíaca (coração fraco), que o cardiologista prevê que seja «a pandemia que vem a seguir».
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.