Instituto Português de Reumatologia pode encerrar a breve prazo
31 janeiro 2002
  |  Partilhar:

Os muitos problemas vividos no Instituto Português de Reumatologia (IPR) poderão conduzir ao seu enceramento, alertam os responsáveis máximos da instituição em comunicado de imprensa. No dia em que a nova direcção toma posse, o IPR não quer deixar passar a ocasião de analisar as actuais carências do Instituto que, de acordo com os seus responsáveis, poderão levar, a breve prazo, ao encerramento do maior centro médico português para doentes reumáticos.
 

 

O IPR recebe anualmente mais de 60 mil doentes reumáticos para consultas e apoio nos tratamentos. Em Portugal, segundo dados da Liga Portuguesa Contra as Doenças Reumáticas, estimam-se um milhão e duzentos mil doentes reumáticos.
 

 

Destes, cerca de metade têm dificuldade de locomoção e cerca de 250 mil estão limitados para actividades da vida diária. Este tipo de patologias são responsáveis por cerca de 50 por cento das incapacidades laborais permanentes.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.