Instituto de Anatomia sem meios para receber órgãos

Situação prejudica transplantes e investigação

22 dezembro 2003
  |  Partilhar:

O Instituto de Anatomia da Faculdade de Medicina de Lisboa não tem capacidade para receber mais órgãos e corpos para transplantes e investigação, adianta na semana passada à Rádio Renascença. De acordo com a emissora, a situação vai manter-se assim até ao final de 2004, uma vez que a instituição não tem meios para acolher as doações que, nos últimos tempos, têm vindo a aumentar. Apesar dos apelos às doações, pelo menos em Lisboa não há capacidade de resposta para tantas doações, já que apenas o Hospital de Santa Maria está preparado para as receber. Em declarações à RR, o director do Instituto de Anatomia, Gonçalves Ferreira, reconhece que a situação actual prejudica os transplantes e a investigação. O dirigente acrescenta que, de qualquer maneira, «é bom as pessoas estarem mais despertas, atentas e beneméritas» neste sentido. Agora, o que é necessário é «pressionar as estruturas competentes para lhes poder dar resposta». Fonte: Diário Digital

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.