Instituto Confúcio vai promover medicina tradicional chinesa

Projeto da Universidade de Coimbra

06 julho 2016
  |  Partilhar:

O Instituto Confúcio da Universidade de Coimbra vai promover a formação de profissionais de saúde em medicina tradicional chinesa e conta com o apoio oficial do Governo chinês.
 

João Gabriel Silva, reitor da UC, referiu que o Instituto Confúcio da Universidade de Coimbra (UC), inaugurado esta semana, vai além dos objetivos da promoção da língua e cultura chinesas, pretendendo assumir-se como um espaço para a promoção da medicina tradicional chinesa.
 

A UC pretende, com a criação deste instituto, garantir que profissionais de saúde possam "tirar novas especialidades" ligadas à medicina tradicional chinesa, referiu João Gabriel Silva.
 

Para o arranque, a UC deverá realizar "ações mais curtas" para garantir um melhor conhecimento, "dentro e fora da classe médica", sobre o que é hoje a medicina tradicional chinesa, para, de seguida, se estabelecer a oferta, explanou.
 

O reitor referiu que não há iniciativa semelhante, com o apoio do Governo chinês, em Portugal "e praticamente não há na Europa", querendo a Universidade de Coimbra fazer com que esta oferta formativa ultrapasse as fronteiras do país.
 

"É uma oportunidade por explorar", enfatizou, considerando que a medicina tradicional chinesa tem cada vez "maiores ligações" à medicina ocidental, sendo que "tem uma contribuição a dar".
 

O instituto conta com a Universidade de Estudos Internacionais de Pequim e a Universidade de Medicina Chinesa de Zheijiang como instituições parceiras do projeto.
 

A inauguração realizada esta semana simboliza o retomar "de uma tradição de séculos", salientou o reitor, recordando que, entre o século XVI e o século XVIII, a Universidade de Coimbra "foi um dos principais pontos focais da transferência de conhecimento do Oriente para a Europa e da Europa para o Oriente".
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.