Insecticidas provocam malformações

Estudo publicado no “Occupational and Environmental Medicine”

07 dezembro 2009
  |  Partilhar:

Os bebés do sexo masculino cujas mães utilizaram repelente de insectos durante os três primeiros meses de gravidez têm um maior risco de desenvolverem uma malformação denominada de “hipospadia”, revela um estudo publicado no “Occupational and Environmental Medicine”.

 

Este problema de nascença, que afecta aproximadamente dois em cada 500 recém-nascidos do sexo masculino, é caracterizado pela localização anómala do meato uretral, pequena abertura que normalmente se localiza na extremidade do pénis e que está envolvida na evacuação da urina e do sémen.

 

Neste estudo, uma equipa de investigadores oriundos de Barcelona e Londres comparou 471 bebés que tinham nascido em Inglaterra com hipospadia e 490 bebés sem esta malformação. As mães dos bebés foram questionadas sobre os seus estilos de vida e factores ambientais, incluindo o uso de repelentes de insectos e biocidas, como pesticidas e herbicidas, durante a gravidez.

 

O estudo revelou que a utilização de um único biocida não estava associada a um maior risco de desenvolvimento de hipospadia. Contudo, a utilização de vários biocidas foi associada a um risco 73% maior de desenvolver hipospadia. Os investigadores constataram ainda que a utilização de repelente de insectos durante o primeiro trimestre de gravidez estava associada a uma probabilidade 81% maior de desenvolvimento desta malformação.

 

Contudo, o estudo não investigou o tipo, a constituição e a frequência do uso de insecticidas. Assim, na opinião dos autores, é necessária uma investigação mais profunda de forma a obter conclusões mais sólidas.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.