Ingleses podem escolher hospital onde vão ser tratados

Em 2008, utentes poderão optar por unidades hospitalares no estrangeiro

03 janeiro 2006
  |  Partilhar:

 

Desde esta segunda-feira que os ingleses podem escolher o hospital onde vão ser atendidos, em vez de serem obrigatoriamente orientados para a unidade mais perto da residência. A medida aplica-se apenas a tratamentos não urgentes.
 

 

É o primeiro passo de uma reforma gradual, dado que, nesta primeira fase, os doentes apenas podem optar entre quatro hospitais públicos ou privados, na condição de o tratamento não ser mais caro nestes últimos do que no serviço nacional de saúde britânico (NHS). A partir de 2008, poderão escolher qualquer hospital do país.
 

 

O Governo argumenta que as mudanças vão beneficiar o NHS e os pacientes, uma vez que a competição acrescida entre hospitais vai contribuir para melhorar a qualidade dos serviços. A receita das unidades de saúde dependerá do número de doentes tratados, ao contrário do que acontecia até à data. Os detractores da reforma temem que os hospitais menos populares se vejam obrigados a fechar portas, o que acabará por conduzir a uma redução do leque de opções.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.