Informática ajuda a descobrir vacina contra a Sida

Cientistas usam anti-spam para ajudar a compreender o vírus

22 junho 2005
  |  Partilhar:

As mensagens de e-mail carregadas de vírus, denominadas por spam, podem afinal ter um efeito útil. Investigadores da Microsoft estão a utilizar algoritmos para combater a Sida.
 

 

A mesma lógica de identificação entre mensagens comerciais e legítimas pode ser empregue na identificação de sequências de X modificadas pelo vírus HIV, explicaram os cientistas da empresa.
 

 

Dois cientistas de computação da Microsoft, David Heckerman e Nebojsa Jojic, apresentam recentemente, numa conferência sobre Sida, que se realizou em Boston, Estados Unidos, um projecto de software capaz de identificar sequências genéticas modificadas pelo vírus HIV.
 

 

A dupla _que está a colaborar com engenheiros genéticos do Royal Perth Hospital, na Austrália, e da Universidade de Washington em Seattle, nos EUA _ está a examinar diferentes mutações do vírus para entender melhor o funcionamento da doença e, futuramente, desenvolver uma vacina efectiva.
 

 

A Microsoft utiliza ferramentas complexas de detecção de dados para filtrar mensagens legítimas de spam no Outlook e também no serviço de webmail, Hotmail. Como os spammers modificam o formato das suas mensagens continuamente, de modo a enganar os softwares anti-spam, a empresa precisa desenvolver algoritmos que sejam capazes de identificar sequências em permanente mutação.
 

 

Do mesmo modo que um anti-spam consegue associar as sequências «VIAGRA» e «V1AGXA», os cientistas acreditam que o algoritmo possa ser adaptado para a análise das mutações nas sequências de X.
 

 

Caso consiga persistir por múltiplas variantes do HIV, será possível tomar as informações recolhidas para desenvolver vacinas mais eficazes.
 

 

Os investigadores pretendem anunciar os resultados iniciais do estudo ainda este ano, mas já demonstram optimismo com a técnica de análise, sugerindo que também possa ser usada nas investigações sobre Hepatite C ou outras doenças causadas por um vírus com poder de mutação.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.