Infecções e alergias principais "inimigos" das tatuagens e piercings
28 abril 2002
  |  Partilhar:

Infecções e alergias são os principais riscos para a saúde da colocação em qualquer parte do corpo de tatuagens e "piercings", afirmou o dermatologista Jorge Roseira, durante uma exposição dedicada ao tema, realizada este fim-de-semana em Vila Nova de Gaia.  

 

O especialista foi o orador convidado do debate sobre o uso de "piercing" e tatuagem, paralelo à Exposição Internacional Tattoo e Piercing, que contou com a presença de 30 pavilhões.  

 

Jorge Roseira destacou as perturbações, não só funcionais como de saúde, que os "piercings" podem causar, nomeadamente a redução da solidez do ar inspirado quando a fossa nasal está parcialmente obstruída por um "piercing", podendo mesmo dar origem a crises de sinusite.  

 

No caso das tatuagens, o dermatologista enalteceu a generalização dos cuidados de esterilização do material por parte dos tatuadores, mas lamentou que em Portugal não exista ainda uma regulamentação desta actividade, que reduza os riscos para a saúde e facilite a detecção de problemas por parte dos médicos.  

 

Segundo os organizadores da exposição, há em Portugal cerca de 160 estúdios a fazer tatuagem, sem que haja uma obrigatoriedade legal de exercício da actividade por tatuadores profissionais credenciados.  

 

Jorge Roseira salientou que não há descrição química dos materiais utilizados na tatuagem, o que dificulta o diagnóstico de doenças.  

 

Fonte: Lusa  

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.