INFARMED vai encerrar 40 armazenistas ilegais de medicamentos
14 setembro 2001
  |  Partilhar:

Quarenta armazenistas de medicamentos que não respeitaram os prazos para se legalizarem serão encerrados, disse hoje o Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento.
 

 

O INFARMED alega que, em Maio, deu a mais de 200 armazéns não conformes com a lei um prazo de dez dias para concluírem os processos de licenciamento ou submeterem o pedido de autorização de actividade, mas 40 armazenistas não responderam.
 

 

O Instituto vai fazer amanhã o ponto da situação sobre o processo de regularização do licenciamento da actividade de distribuição (armazenistas) de medicamentos de uso humano e veterinário.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar