Infarmed não aconselha a utilização de implantes mamários Rofil Medical Nederland

Existência destes implantes deve ser comunicada

11 agosto 2010
  |  Partilhar:

Após um alerta dado pelas autoridades holandesas, a autoridade nacional do medicamento apelou aos profissionais de saúde que operam na área da cirurgia estética para não utilizarem implantes mamários de silicone pré-cheios do fabricante Rofil Medical Nederland, refere uma notícia veiculada pela agência Lusa.

 

Os implantes mamários desta marca são semelhantes aos do fabricante francês Poly Implant Prothese, que foram retirados  do mercado em Março por se ter observado um aumento no número de incidentes com este dispositivo médico. Os incidentes detectados envolveram a ruptura das próteses e complicações locais, necessitando, na sua maioria, de uma nova intervenção cirúrgica para a sua remoção.

 

O Infarmed refere, em comunicado publicado no seu sítio, que “os distribuidores por grosso que operam no mercado nacional com dispositivos médicos daquele fabricante holandês não comercializaram os implantes” da marca M-implants com as referências IMGHC-TX, IMGHC-MX, IMGHC-LS.

 

“Mas atendendo a que existe livre circulação de produtos no espaço económico europeu”, o Infarmed recomenda a todos os profissionais de saúde que operam na área da cirurgia estética e/ou reconstrutiva que, caso detectem a existência destes implantes mamários, não os utilizem e informem a Direcção de Produtos de Saúde.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar