INFARMED informa utilizadores de medicamento para bebés que Aero-Om tem álcool
03 outubro 2001
  |  Partilhar:

O Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (INFARMED) vai alterar a rotulagem do Aero-Om de modo a alertar os utilizadores para o facto de este medicamento habitualmente dado a recém-nascidos conter 10% de álcool.
 

 

Em comunicado enviado hoje à Lusa, na sequência de uma notícia emitida terça-feira pela agência, o Infarmed sustenta ser necessário reforçar aquela informação, apesar de o álcool fazer parte da «classe dos solventes com baixo potencial de toxicidade» e de as quantidades utilizadas nas gotas Aero-Om serem aceitáveis «sem necessidade de qualquer justificação específica».
 

 

O Instituto ressalva que, até hoje, não recebeu quaisquer queixas dando conta de reacções à solução oral Aero-Om, mas, ainda assim, para prevenir situações de utilização em quantidades superiores às recomendadas, quer reforçar a segurança de utilização do medicamento.
 

 

Como já tinha sido referido à Lusa pela OM Portuguesa (o laboratório que produz o medicamento), está também a ser estudada a possibilidade de alterar a composição e eliminar o álcool das gotas.
 

 

Paula Pedro Martins
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: Lusa
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.