INEM vai contratar mais profissionais

Reforçado atendimento de chamadas de emergência e ambulâncias

14 janeiro 2015
  |  Partilhar:

Ao longo deste ano, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) quer contratar 70 profissionais para os serviços de atendimento das chamadas de emergência e em breve vai abrir um concurso para mais 85 Técnicos de Emergência para trabalhar nas ambulâncias.
 

De acordo com a notícia veiculada pela agência Lusa, o INEM garante que o número de profissionais nos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) permite que as chamadas de emergência sejam atendidas rapidamente, em alguns segundos, mas pretende reforçar o quadro de pessoal.
 

Atualmente existem 185 Técnicos Operadores de Telecomunicações de Emergência (TOTE), mas o INEM “encontra-se novamente a encetar os mecanismos necessários para lançar um novo procedimento concursal que permita a contratação de 70 novos profissionais para os CODU do INEM, em número que aproxime a totalidade dos profissionais com esta categoria ao previsto no mapa de pessoal do INEM para 2015: 296 TOTE”.
 

Para além deste reforço, o INEM refere que já iniciou uma formação junto dos Técnicos de Emergência (TE) para que possam desempenhar igualmente funções nos CODU.
 

O INEM conta com 770 técnicos de emergência e já tem autorização da tutela “para abertura imediata de concurso externo para a contratação sem termo de 85 novos Técnicos de Emergência para operar as Ambulâncias do Instituto”, anuncia.
 

No comunicado enviado às redações, o INEM recorda ainda o estudo realizado internamente, e divulgado em julho de 2013, que indicou que 75% dos Técnicos de Ambulância de Emergência se encontravam em ‘burnout’, uma síndrome de exaustão emocional relacionado com profissões de saúde.
 

O estudo apurou ainda que existiam “valores equivalentes de ‘engagement’, ou seja, da capacidade destes profissionais se manterem envolvidos na sua profissão, atribuindo um significado ao trabalho que desenvolvem e à tarefa que realizam”.
 

Assim, e tendo em conta os resultados do estudo, o INEM decidiu em outubro de 2013 dar início ao Programa “Cuidar dos que Cuidam – Programa de prevenção de ‘burnout’ e promoção de ‘engagement’”, tendo decorrido até ao momento 55 ações de formação para ensinar a conhecer e identificar o ‘burnout’ e a desenvolver aptidões e treino de competências.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.