INEM garante cumprimento da lei da desfibrilhação em Portugal

Decreto-Lei 184/2012 tornou obrigatória a instalação de equipamentos DAE

11 agosto 2017
  |  Partilhar:
O INEM revelou que todos os aeroportos, portos comerciais e estações ferroviárias, metro e de camionagem têm um programa de desfibrilhação automática externa (DAE) licenciado, bem como 80% dos conjuntos comerciais abrangidos pela lei.
 
Segundo um comunicado ao qual a agência Lusa teve acesso, o INEM apresentou números relativos ao cumprimento do Decreto-Lei 184/2012, que tornou obrigatória, no prazo de dois anos, a instalação de equipamentos DAE em determinados locais de acesso público.
 
Sobre os espaços em que é obrigatória a instalação de DAE, o INEM informou que “todos os aeroportos e portos comerciais e a totalidade das estações ferroviárias, metro e de camionagem previstas nesta obrigatoriedade têm um programa de DAE licenciado".
 
"De igual forma, mais de 80% dos conjuntos comerciais abrangidos pelo diploma também já têm um programa de DAE", acrescenta o comunicado, informando "que só nos primeiros sete meses de 2017 foram já licenciados mais programas de DAE do que em qualquer outro ano anterior a 2016".
 
Reportando-se às entidades solicitantes, como empresas e organizações que em nome de "uma política de responsabilidade social" quiseram melhorar as "condições de segurança", deu como exemplo "autarquias, empresas privadas, entidades com complexos desportivos e estabelecimentos de ensino".
 
O INEM considerou ainda o aumento do número de programas de DAE licenciados em 2016 e 2017 "fruto da fiscalização preventiva referente aos espaços onde é obrigatória a implementação de um programa de DAE".
 
"Essas fiscalizações preventivas têm partido da iniciativa não só do INEM, mas de outras entidades públicas com responsabilidade nesta matéria”, lê-se.
 
Sobre os festivais de verão, o INEM explicou que cada organização "contrata empresas de prestação de cuidados médicos que dispõem não só de DAE, mas de todo o equipamento de Suporte Avançado de Vida (SBV) para dar uma resposta eficaz a qualquer emergência de saúde que possa acontecer nos recintos dos festivais".
 
O INEM anunciou ainda ter "capacitado todas as ambulâncias" que opera, bem como as dos Bombeiros Voluntários e da Cruz Vermelha Portuguesa "num total de 530 viaturas, com um DAE, para além de dar formação para utilização dos equipamentos".
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.