INEM fora da legalidade

Denúncias da Associação Portuguesa de Medicina de Emergência

06 julho 2006
  |  Partilhar:

 

O presidente da Associação Portuguesa de Medicina de Emergência acusou esta semana o Instituto de Emergência Médica (INEM) de ter ambulâncias sem equipamento adequado e alertou para as dificuldades que o transporte de grávidas pode levantar ao socorro diariamente realizado.
 

 

Vítor Almeida, que esteve na comissão parlamentar de Saúde do Parlamento a pedido do Bloco de Esquerda traçou um quadro negro da assistência prestada pelo INEM, afirmando que esta entidade de "não cumpre a lei" no transporte de doentes, tem falta de recursos e várias deficiências de organização.
 

 

De acordo com o presidente da Associação Portuguesa de Medicina de Emergência (APME), 220 das 270 ambulâncias de transporte de doentes usadas pelo INEM "não cumprem a lei por ausência de equipamento", além de violar também a legislação ao fazer o transporte com dois técnicos de socorro ao invés de três.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.