Indústrias brasileiras de genéricos instalam-se em Portugal...

...com a Europa de baixo de olho

06 outubro 2004
  |  Partilhar:

As duas maiores fabricantes brasileiras de medicamentos genéricos - Medley e EMS - vão instalar-se em Portugal. «Vamos fabricar uma parte dos produtos aqui (no Brasil) e outra em Portugal, mediante terceirização da marca a uma fabricante local, até que saia o licenciamento da nossa fábrica», afirmou o presidente da EMS, Carlos Sanches, à Folha de São Paulo.As duas empresas consideram Portugal, país que movimenta cerca de 200 milhões de euros anualmente com o comércio de genéricos, como uma porta de entrada para a União Europeia. O objectivo é atingir os 25 países da UE, que consomem oito mil milhões de euros por ano com medicamentos genéricos. Após Portugal, os mercados alvos são Espanha, França, Itália, Áustria, Dinamarca e Grécia.A EMS está a registar a fábrica da região de Campinas no Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (Infarmed) de Portugal e, através da Germed, já começa a distribuir no mercado português quatro medicamentos genéricos dos 120 que produz. «A meta é europeizar um produto por mês», declarou Carlos Sanches, que prevê investimentos de cinco milhões de euros para entrar no mercado europeu.A Medley, que é líder no mercado brasileiro, com 25,5 por cento da facturação do sector, garante já ter conseguido uma parceria em Portugal para distribuir os seus produtos e deve consolidar a sua entrada no mercado português no início de 2005.De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos, o movimento das fábricas para o exterior é resultado de investimentos superiores a 200 milhões de reais (57 milhões de euros) feitos no sector nos últimos quatro anos.Em Agosto, a indústria de genéricos no Brasil facturou cerca de 40 milhões de dólares (32 milhões de euros) - quase o dobro do mesmo período do ano passado.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.