Indentificada proteína que pode contribuir para o sucesso de transplantes

Estudo publicado na revista “Nature”

28 julho 2014
  |  Partilhar:

Investigadores portugueses identificaram uma proteína em células estaminais da medula óssea e do cordão umbilical. O estudo publicado na revista “Nature” poderá contribuir para o sucesso de transplantes em doentes com leucemia ou linfomas.
 

A molécula chama-se RET e pertence ao tipo de proteínas que são ativadas por outras que atuam nos neurónios, células do sistema nervoso.
 

Agora neste estudo os investigadores, do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, constataram que esta molécula é expressa nas células estaminais (células capazes de gerar qualquer tecido) da medula e do cordão umbilical.
 

O coordenador do estudo, Henrique Veiga-Fernandes, revelou à agência Lusa que, a RET, detetada à superfície das células estaminais, funciona como um interruptor. Uma vez ligado, faz com que elas funcionem muito bem, "permitindo uma eficácia terapêutica superior à utilização das células com os métodos convencionais".
 

As células, descreveu, passam a ser mais eficientes, a serem capazes de "resistir, de forma muito eficaz, a agressões celulares que acontecem durante a transplantação".
 

O estudo foi realizado em ratinhos, nos quais a em que a proteína foi manipulada geneticamente. Posteriormente, as células do cordão umbilical humano, com mais ou menos expressão da proteína, foram transplantadas, com sucesso, nos roedores.
 

O próximo passo da equipa de investigadores é estudar, em doentes humanos, a sobrevivência, a expansão e a transplantação do mesmo tipo de células estaminais.
 

A transplantação de células estaminais é utilizada no tratamento de leucemias, linfomas e doenças hereditárias do sistema imunitário, mas nem sempre com êxito devido ao seu número limitado.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.