Incontinência urinária afecta 500 mil portugueses

Linha azul esclarece dúvidas

29 janeiro 2004
  |  Partilhar:

A partir de hoje, as pessoas que sofrem de incontinência urinária vão ter à disposição uma Linha Azul (808 201 978), para esclarecimento de dúvidas sobre a doença, que afecta mais de meio milhão de portugueses.O lançamento da linha assinala o Dia da Incontinência Urinária, por iniciativa das associações de Urologia e Uroginecologia, as quais, através de anúncios, cartazes e folhetos, pretendem sensibilizar a população e alertar os profissionais de saúde para uma enfermidade com repercussões psicológicas, sociais e económicas. «A grande maioria das incontinências urinárias têm tratamento, pelo que as pessoas devem perder a vergonha», explica o urologista Manuel Mendes Silva. O importante é que «os doentes consultem os seus médicos o mais depressa possível, para serem convenientemente tratados».Detectada a enfermidade, segue-se o tratamento adequado a cada caso, que pode passar pela reeducação e pela fisioterapia, por medicamentos e, em último caso, pela cirurgia. Para evitar a incontinência urinária, deve adoptar-se, desde a infância, «hábitos miccionais», que passam por «urinar com alguma frequência, esvaziando a bexiga toda».Fonte: Jornal de Notícias

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.