Impotência e diabetes

Uma relação pouco diagnosticada

11 abril 2002
  |  Partilhar:

Ao logo da vida quase todos os homens manifestam algum problema de erecção mais ou menos importante. Em linhas gerais, a impotência é causada por vários factores, tais como o stress, depressão, cansaço, preocupações laborais, económicas, educação sexual deficiente ou insegurança. Apesar dos transtornos na vida de um casal, estes não são casos graves, dado que podem ser ultrapassados com acompanhamento.
 

 

Os casos de impotência graves ocorrem quando um homem deixa simplesmente de conseguir uma erecção, apesar de não existirem problemas psicológicos de base. Na origem deste problema grave poderão estar disfunções hormonais ou malformações orgânicas. Mesmo que os homens procurem ajuda médica, muitas vezes não se consegue diagnosticar as causas da impotência.
 

 

É por isso que um grupo de cientistas britânico alerta os médicos para que seja feito um exame de despistagem de diabetes. Isto porque, adiantam os cientistas, os homens impotentes são mais propensos a apresentar diabetes não-diagnosticada e devem verificar a taxa de açúcar no sangue.
 

 

A diabetes é uma das principais causas físicas da impotência, apesar da relação entre a doença e a disfunção sexual ainda ser pouco divulgada. Também a maioria dos homens diabéticos ignora a relação do problema com as dificuldades erécteis que possam apresentar e demoram a procurar tratamento.
 

 

"Se uma pessoa tiver disfunção eréctil, deve suspeitar de diabetes como causa subjacente", avisou Krishnamurthy Sairam, médico do Hospital Kent and Sussex, um dos autores do estudo. "O exame de glicose sanguínea em jejum deveria ser o teste padrão para avaliar a ocorrência de diabetes em homens que apresentam problemas de erecção."
 

 

Má circulação e falta de erecção
 

 

A equipa de Tom McNicholas, do Hospital Lister, em Stevenage, avaliou 129 pacientes que recorreram à consulta de urologia do hospital queixando-se de falta de erecção.
 

 

A maioria dos diabéticos sofre de problemas circulatórios, o que pode afectar a concentração necessária de sangue no pénis para uma erecção satisfatória. É precisamente esta a causa da impotência. As artérias envolvidas no processo tornam-se incapazes de conduzir o sangue adequadamente pelo pénis até ao nível necessário para o endurecimento do órgão, provocando o disfunção eréctil.
 

 

Por isso, todos os participantes do estudo efectuaram testes à urina e ao sangue para avaliar glicosúria - o excesso de açúcar na urina – e a glicose no sangue em jejum.
 

 

No total, 22 dos 129 homens já tinham sido diagnosticados como diabéticos. Mas o teste sanguíneo revelou que quase cinco por cento dos outros 107 voluntários não sabiam ser portadores da doença metabólica, segundo as conclusões do trabalho, publicadas em edição recente do "British Journal of Urology".
 

 

O exame que mede a quantidade de açúcar no sangue também verificou que outros 12 por cento dos participantes tinham níveis anormais de glicose, o que poderia levar à diabetes, caso não fossem tratados com dieta apropriada e exercício.
 

 

Teste sanguíneo despista a doença
 

 

Os investigadores constataram que o teste à urina falhou no diagnóstico de quatro em cada cinco homens com diabetes. "O exame de urina tem uma sensibilidade de apenas 20 por cento, uma percentagem extremamente medíocre para um teste de diagnóstico", disse Sairam. "Medir a glicose na urina é um exame pouco sensível e pouco fiável para detectar diabetes", alertou o especialista.
 

 

Como os homens com disfunção eréctil são cerca de quatro vezes mais propensos que a média a sofrer diabetes não-diagnosticada, os cientistas concluíram que os médicos deveriam avaliar a presença da doença em todos os pacientes com impotência.
 

 

"A primeira consulta de um homem com disfunção eréctil é a oportunidade ideal para fazer o teste de glicose em jejum e eliminar a possibilidade de ser diabético", afirmou Sairam. "Caso contrário, a diabetes pode permanecer sem diagnóstico por vários anos."
 

 

Todas as idades
 

 

O aparecimento da diabetes pode acontecer em qualquer idade, incluindo os mais jovens. Estudos científicos apontam para que esta doença seja a principal causa de impotência entre os homens das faixas etárias dos 20 a 30 anos. Quando a deficiência eréctil é detectada no início, a administração de medicamentos via oral costuma ser suficiente.
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.