Implante pioneiro da válvula aórtica

Intervenção realizada pelo Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho

05 agosto 2011
  |  Partilhar:

O Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E) efectuou, pela primeira vez em Portugal, uma nova abordagem do implante através de cateter da válvula aórtica (TAVI) por via transaórtica.

 

O implante por via transaórtica é realizado através de uma “mini-esternotomia” – pequena incisão de 5 cm no esterno, utilizada com alguma frequência na cirurgia cardíaca minimamente invasiva, revela a nota de imprensa enviada pelo CHVNG/E.

 

“Através deste procedimento foi possível a colocação da prótese aórtica com válvula biológica, uma terapia revolucionária no tratamento da estenose aórtica grave com benefícios clínicos sustentados e resultados evidentes na melhoria da qualidade de vida dos doentes”, aponta o mesmo comunicado.

 

Este procedimento pioneiro juntou no mesmo bloco duas equipas especializadas do CHVNG/E – cardiologia de intervenção e cirurgia cardíaca – e apresenta índices de complicações hospitalares muito reduzidos.

 

Segundo Vasco Gama Ribeiro, director do Serviço de Cardiologia do centro hospitalar, citado no mesmo comunicado, “este novo acesso transaórtico para colocação da válvula aórtica vai permitir o tratamento de doentes cujas artérias são muito estreitas ou estão comprometidas devido à doença e aos quais não era possível a realização do implante percutâneo via femoral ou subclávia, os dois acessos habitualmente utilizados”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.