Implante de um único embrião é mais eficaz e barato

Estudo publicado na revista “Human Reproduction”

27 março 2009
  |  Partilhar:

Um estudo publicado na “Human Reproduction” revela que, entre os tratamentos de fertilização, o implante de um único embrião é o método mais económico e mais eficaz para as mulheres terem um bebé saudável.

 

As gravidezes múltiplas representam um risco para as mulheres e estão relacionadas com um aumento significativo da probabilidade de aborto espontâneo, nascimentos prematuros e problemas de saúde crónicos para as crianças.

 

Desde 1978, ano do primeiro bebé-proveta, já nasceram mais de 3,5 milhões de bebés como resultado desta técnica de reprodução medicamente assistida.

 

Os investigadores da University of Oulu, na Finlândia, compararam os resultados dos tratamentos de fertilização em 1 510 mulheres entre 1995 e 1999, período em que a transferência de dois embriões era prática comum, e entre 2000 a 2004, quando a transferência de um único embrião passou a ser mais usual.

 

O estudo revelou que nasceram mais bebés de termo de mulheres que receberam um único embrião do que de mulheres que receberam múltiplos embriões. Nestes dois grupos, a taxa de nascimento por mulher foi de 42% e de 37%, respectivamente.

 

De acordo com declarações de Hannu Martikainen, líder da investigação, à agência Reuters Health “estes resultados deveriam encorajar as clínicas a avaliarem a sua política de fertilização e a adoptarem a transferência de um único embrião como prática corrente em mulheres com idade inferior a 40 anos”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.