Impacto das condições da habitação na saúde

Estudo da OMS em Amarante

26 abril 2006
  |  Partilhar:

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS), através do Centro Europeu de Saúde Ambiental, realiza entre 1 e 17 de Maio, em Amarante, um estudo sobre habitação e saúde, destinado a avaliar o impacto da habitação sobre o bem-estar dos residentes.
 

 

Os dados recolhidos permitirão identificar as problemáticas de saúde ligadas às habitações e fornecer informação que permita a reorganização das políticas habitacionais e sociais tendo em conta as condições ambientais e de saúde. As entrevistas oferecem a possibilidade de conhecer a opinião dos residentes sobre as condições habitacionais em duas fases: uma entrevista sobre as características da habitação em si e outro questionário sobre a saúde dos habitantes.
 

 

Um único residente por lar responderá às questões colocadas pelo entrevistador e cada residente deverá responder ao questionário de saúde. A seguir à entrevista é feito um exame rápido à casa, efectuado por um dos entrevistadores. Este exame tem como objectivo verificar os materiais de construção e as instalações eléctrica e sanitária da habitação, entre outros aspectos. A participação no inquérito é voluntária e todos os dados recolhidos são confidenciais.
 

 

Em Portugal, o mesmo estudo foi já realizado em Ferreira do Alentejo e Mira. O inquérito é promovido em colaboração com a Direcção Geral de Saúde, o Centro Regional de Saúde Pública do Norte e a Câmara de Amarante, no âmbito dos planos Nacional e Local de Acção em Habitação e Saúde.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.