Imagiologia da ressonância magnética arrecada Nobel

Norte-americano e britânico laureados com Prémio da Medicina 2003

05 outubro 2003
  |  Partilhar:

eO Prémio Nobel da Medicina de 2003 foi atribuido segunda- feira ao norte-americano Paul Lauterbur e ao britânico Sir Peter Mansfield pelas suas descobertas em imagiologia da ressonância magnética.
 

 

«Os dois laureados do Prémio Nobel de Fisiologia/Medicina deste ano fizeram descobertas decisivas sobre as possibilidades de utilizar a ressonância magnética para visualizar diversas estruturas que permitem obter melhores imagens dos órgãos internos do homem», explicou a Assembleia Nobel do Instituto Karolinska, que atribui o prémio.
 

 

As descobertas dos dois clínicos «conduziram à câmara magnética moderna, a tomografia por ressonância magnética, que representa um grande avanço para a medicina e a investigação médica», acrescentou.
 

 

A imagiologia por ressonância magnética é hoje em dia uma prática corrente nos hospitais, sendo efectuados anualmente mais de 60 milhões de exames deste tipo em todo o mundo, e esta tecnologia está a desenvolver-se rapidamente - notou ainda o Instituto Karolinska de Estocolmo.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.