IGS recuperou um milhão de euros pagos indevidamente em 2005

Dados publicados no relatório de actividade

13 setembro 2006
  |  Partilhar:

 

Mais de um milhão de euros que estavam por cobrar ou tinham sido indevidamente pagos a profissionais no Serviço Nacional de Saúde (SNS) foram recuperados pela Inspecção-Geral da Saúde em 2005, segundo o relatório de actividades deste organismo.
 

 

De acordo com o documento, a Inspecção-Geral da Saúde (IGS) foi chamada a intervir em 19.693 situações no ano passado. No mesmo período, a actuação deste organismo resultou na recuperação de 1.177.802 euros, dos quais 957.030 euros foram relativos a remunerações, 95.502 euros a horas extraordinárias, 46.765 euros a senhas/taxas moderadoras e 78.505 euros a outros valores pagos indevidamente.
 

 

Uma das acções desenvolvidas pela IGS no ano passado foi o acompanhamento da inspecção às "Remunerações e outras regalias dos dirigentes e gestores dos estabelecimentos e serviços do Serviço Nacional de Saúde (SNS)". Esta intervenção incidiu sobre as remunerações e outras regalias de mais de 300 dirigentes máximos e gestores dos estabelecimentos e serviços do SNS.
 

 

Os 1.177.802 euros recuperados representam a esmagadora maioria dos 1.396.919 euros que a IGS apurou terem sido pagos indevidamente ou se encontravam por cobrar. A acção da IGS com incidência financeira resultou ainda na instauração de oito processos de natureza disciplinar.
 

 

Fontes: Lusa e Público
 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.