Idosos têm alimentação estruturada e tradicional

Dados preliminares do projecto Europeu "Food in later life"

02 janeiro 2006
  |  Partilhar:

 

Os portugueses com mais de 65 anos comem habitualmente duas refeições quentes por dia, seguindo um regime alimentar melhor estruturado que os idosos de outros países europeus, revelou uma especialista em nutrição.
 

 

Maria Daniel Vaz, da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP), instituição portuguesa envolvida no projecto Europeu "Food in later life", acrescentou, que os idosos portugueses seguem maioritariamente uma alimentação tradicional. Sustentou, no entanto, que o tipo de pratos que comem "tem que ser mais adequado à sua idade".
 

 

A especialista falava na Fundação Cupertino de Miranda, Porto, num seminário sobre "Alimentação em Idade Sénior" e onde apontou dados do estudo "Food in later life", que está em curso desde Janeiro de 2003 e que tem a duração de três anos. O estudo também visa compreender os principais determinantes do consumo alimentar dos idosos e estabelecer a sua comparação entre diferentes países, faixas etárias, sexo e circunstâncias de vida.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.