Identificados novos anticorpos do VIH que podem conduzir a vacina

Estudo publicado na revista “Nature”

22 agosto 2011
  |  Partilhar:

Cientistas norte-americanos identificaram novos e poderosos anticorpos do vírus da sida (VIH) que abrem novas pistas para a investigação da vacina contra a doença, divulgou a revista “Nature”, citada pela agência Lusa.

 

Os anticorpos são “armas” de defesa do sistema imunitário contra os agentes infecciosos, vírus ou bactérias. No caso do VIH, devido às múltiplas e rápidas mutações, os anticorpos produzidos pelos seropositivos são incapazes, na maioria das situações, de neutralizar o vírus.

 

Os 17 novos anticorpos identificados foram isolados depois de extraídos de quatro seropositivos com uma forte resposta imunitária contra o vírus da sida. De acordo com a notícia difundida pela Lusa, que cita a equipa de cientistas do Instituto de Investigação Scripps, nos EUA, “a maior parte destes anticorpos é dez vezes mais poderosa do que os descritos recentemente (PG9, PG16 e VRC01) no âmbito das investigações sobre a vacina contra a sida”.

 

Os investigadores realçaram que certas combinações destes anticorpos conseguem um nível favorável de cobertura contra uma grande proporção de variantes do VIH. Segundo os médicos, citados na notícia, “uma vacina capaz de impedir um infecção com o vírus da sida deverá desencadear no sistema imunitário a produção deste tipo de anticorpos antes de uma exposição ao agente patogénico”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.