Identificado gene essencial para activar sistema imunitário

Estudo de Harvard e do Instituto de Medicina Molecular

24 julho 2008
  |  Partilhar:

Cientistas de Harvard (EUA) e do Instituto de Medicina Molecular (IMM), Lisboa, identificaram um gene que é essencial para activar as células do sistema imunitário.
 

 

O estudo, publicado na revista “Science”, foi realizado na Harvard Medical School (Boston, EUA), em colaboração com o IMM, e tem como co-autores os investigadores portugueses Luís Ferreira Moita e Rui Freitas.
 

 

O trabalho utilizou uma tecnologia inovadora que permite estudar o genoma humano em larga escala. O método permitiu analisar todo o genoma humano e estudar os factores envolvidos no “splicing alternativo”, um mecanismo de regulação da expressão genética que permite gerar diferentes proteínas a partir de um mesmo gene.
 

 

Desta forma foi possível estudar um conjunto de genes envolvidos no “splicing alternativo” e analisar a sua possível função na activação do sistema imunitário, ou seja, na resposta do nosso organismo a doenças como o cancro, a sida, a tuberculose ou a malária.
 

 

Neste conjunto de genes foi identificado um gene, que origina uma proteína chamada hnRNP LL, e que é essencial ao processo de activação das células do sistema imunitário.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.