Identificado gene associado à cardiomegalia

Estudo publicado na “Nature”

10 outubro 2011
  |  Partilhar:

Uma equipa de investigadores internacionais liderada pelo Medical Research Council, do Reino Unido, identificou pela primeira vez um gene envolvido na cardiomegalia , dá conta um estudo publicado na “Nature” .

 

A cardiomegalia é uma das muitas causas da insuficiência cardíaca, que ocorre quando o coração não consegue bombear um volume de sangue adequado às necessidades do organismo devido ao músculo estar fraco, duro ou ter sido danificado. Embora em alguns casos a cardiomegalia possa ser causada por outras doenças, como a diabetes ou elevada pressão arterial, a composição genética de cada indivíduo também pode desempenhar um papel importante.

 

Estudos anteriores já haviam demonstrado uma associação entre o espessamento da parede do coração, hipertrofia cardíaca e o código genético, mas esta é a primeira vez que os investigadores conseguem isolar um único gene, o Endog.

 

O líder do estudo, Stuart Cook, revelou em comunicado enviado à imprensa que este estudo demonstrou que o “Endog, o qual se pensava estar associado à morte celular, desempenha um papel muito importante na cardiomegalia, a qual pode conduzir à insuficiência cardíaca e, eventualmente, à morte, no pior dos casos. Descobrimos que uma cópia defeituosa desse gene faz com que o coração se torne espesso, tornando-o "pesado" e com uma função pobre.

 

“ Stuart Cook explica que isto acontece “porque interfere com a fonte de energia do coração, a mitocôndria. Como qualquer outro músculo do nosso corpo, o coração necessita de energia para bombear. Se a mitocôndria não funcionar correctamente, o coração tem que se esforçar para produzir energia suficiente e as células produzem subprodutos tóxicos, conhecidos por espécies reactivas de oxigénio, os quais aumentam o espessamento da parede do coração.

 

” Os investigadores concluem que estes resultados poderão ajudar no desenvolvimento de novos tratamentos que tenham como alvo as causas subjacentes das doenças cardíacas, em vez de tratar simplesmente os seus sintomas. ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.