Identificadas novas variações genéticas que originam Cancro do Cólon

Estudo português publicado no site da revista “Gastroenterology”

28 maio 2008
  |  Partilhar:

Duas equipas de investigadores portugueses identificaram duas mutações genéticas que originam Cancro do Cólon e cuja caracterização molecular abre caminho ao desenvolvimento de terapias específicas mais eficazes para este tipo de cancros.
 

 

Este trabalho, publicado na edição online da revista norte-americana “Gastroenterology”, foi realizado em conjunto pelos grupos de investigação de Raquel Seruca, no Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP), e de Peter Jordan, no Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge, em Lisboa.
 

 

Os investigadores descobriram que há uma associação significativa entre a presença de mutações num gene, designado por “B-Raf” e a presença de uma variante de um outro gene, o “RAC1”.
 

 

Além disso, demonstraram que a presença simultânea destas duas alterações genéticas caracteriza cerca de 15% dos tumores do cólon e que o envolvimento de ambos os genes provoca a morte de 80% das respectivas células cancerosas.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.