Identificada proteína que inibe metástase

Estudo publicado na "PNAS"

24 junho 2009
  |  Partilhar:

Investigadores do Children's Hospital Boston, em Massachusetts, EUA, disseram ter isolado um potente inibidor da metástase, de acordo com o estudo publicado na revista "Proceedings of the National Academy of Sciences" (PNAS).

 

Na metástase, os tumores preparam uma invasão ao organismo, através da produção de proteínas que estimulam o crescimento do tumor.

 

No trabalho, liderado por Randolph Watnick, os cientistas verificaram que os tumores da próstata e da mama que não se metastizam produzem altos níveis de prosaposina (normalmente segregada em tumores não invasivos). Quando os cientistas injectaram, em ratos de laboratório, células tumorais altamente invasivas às quais adicionaram prosaposina, a metástase pulmonar diminuiu em 80%, a linfática foi totalmente eliminada e aumentou consideravelmente ¿ em cerca de 30% ¿ a sobrevivência dos roedores.

 

Quando os cientistas realizaram o procedimento contrário, foi verificado que, ao eliminar a prosaposina das células tumorais, a metástase aumentou consideravelmente. Em entrevista ao sítio Healthday, Watnick explicou que a identificação desta proteína pode ter grande importância na luta contra o cancro. O especialista afirmou que poderá ser útil no tratamento do tumor original e, depois, nos esforços para impedir a metástase ou diminuir o crescimento tumoral.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.