Identificada molécula implicada na depressão

Estudo da Escola Politécnica Federal de Lausana

18 abril 2010
  |  Partilhar:

Cientistas suíços identificaram o local exacto e o modo de funcionamento de uma molécula implicada na depressão que poderá conduzir a tratamentos farmacológicos mais eficazes para a doença.

 

Os investigadores da Escola Politécnica Federal de Lausana, na Suíça, analisaram o papel da citocina denominada “MIF”, ou factor inibidor de migração de macrófagos, na depressão.

 

Já se sabia que a MIF participava na formação dos edemas e, até mesmo, no desenvolvimento do cancro, mas desconhecia-se a sua localização exacta, bem como a sua função no cérebro.

 

Numa primeira fase do estudo, a equipa liderada por Carmen Sandi detectou uma concentração da molécula MIF nas células estaminais da região do hipocampo, uma área onde se processam as memórias e se formam os neurónios.

 

Estudos anteriores já tinham verificado a importância da formação de novos neurónios na redução da ansiedade.

 

Neste estudo, realizado com ratinhos, os cientistas manipularam genética e farmacologicamente os níveis de MIF no hipocampo dos roedores e verificaram que a presença de níveis baixos de MIF reduzia significativamente a produção de neurónios e aumentava a ansiedade. Também descobriram que a falta de MIF diminuía a eficácia dos antidepressivos na estimulação da neurogénese (formação de neurónios).

 

Em comunicado enviado à imprensa, a líder da investigação sublinha que os resultados reforçam a importância da "MIF como um alvo molecular, potencialmente relevante, para o desenvolvimento de tratamentos ligados a deficits da neurogénese, bem como a problemas relacionados com ansiedade, depressão e cognição".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.