Ibuprofeno pode beneficiar pulmões em idade avançada

Estudo publicado no “Journal of Leukocyte Biology”

16 outubro 2014
  |  Partilhar:

À medida que os pulmões envelhecem tornam-se mais suscetíveis à inflamação. O ibuprofeno pode reduzir essa inflamação, indica um novo estudo.
 

Conduzido pela Ohio State University, o estudo demonstrou que as células imunes de ratinhos idosos conseguiram lutar contra a tuberculose de forma tão eficiente como as células imunes de ratinhos jovens, após a redução da inflamação pulmonar com ibuprofeno. Por outro lado, o fármaco não exerceu qualquer efeito na resposta imune de ratinhos jovens à tuberculose.
 

Para o estudo, os investigadores observaram ratinhos idosos, de 18 meses de idade (o equivalente a 65 num humano), e ratinhos jovens, com três meses de idade (idade que corresponde a adultos jovens).
 

A equipa de investigadores procedeu à comparação de células pulmonares de ratinhos idosos com as de ratinhos jovens. Foi descoberto que nos ratinhos idosos os genes que codificam três proteínas pró-inflamatórias clássicas, denominadas citocinas, encontravam-se mais ativos nos pulmões de ratinhos idosos.
 

Adicionalmente, os macrófagos, que são células do sistema imunitário, encontravam-se num estado avançado de preparação para o combate à infeção, que é um estado que indica inflamação. Nos ratinhos jovens, os macrófagos encontravam-se num estado normal.
 

A equipa expôs macrófagos dos pulmões dos ratinhos a bactérias de tuberculose. Os macrófagos dos ratinhos idosos reagiram com mais rapidez a absorver as bactérias do que os dos ratinhos jovens. No entanto não conseguiram suster esta resposta imune já que não possuíam a capacidade de aumentar a resposta imune. Por outro lado, os macrófagos dos ratinhos jovens conseguiram ser eficientes ao ponto de poderem exterminar as bactérias.
 

Esta descoberta sugere que a inflamação nos pulmões dos ratinhos idosos exercia o efeito direto de reduzir a eficácia de longo-termo da resposta imunitária dos roedores à infeção por tuberculose.
 

Os investigadores adicionaram na alimentação, tanto dos ratinhos jovens como dos idosos, ibuprofeno por um período de duas semanas, tendo procedido posteriormente à análise dos pulmões dos animais. Após esta alteração à dieta dos roedores, foi verificado que as citocinas pró-inflamatórias nos pulmões dos ratinhos idosos tinham diminuído para níveis idênticos aos dos ratinhos jovens. Os macrófagos nos pulmões dos ratinhos idosos não se encontravam em bom estado.
 

Embora este estudo possa fomentar a utilização do ibuprofeno como ajuda para tratar pessoas idosas com tuberculose, a equipa não recomenda o uso do fármaco para a redução da inflamação. Segundo os autores, a inflamação pode ser reduzida, à medida que se vai envelhecendo, através de uma boa alimentação, peso saudável e do exercício físico. Joannne Turner, autora do estudo, adianta também que as pessoas que se mantêm em forma vivem mais tempo.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.