Hungria proíbe venda de colorau
30 outubro 2004
  |  Partilhar:

O governo húngaro proibiu desde quinta-feira a venda de todos os tipos de colorau. Em causa está uma toxina (aflatoxina) encontrada em altas dosagens em produtos de várias fábricas. A aflatoxina é uma substância venenosa que pode causar problemas ao fígado e ao sistema imunitário e, inclusivamente, provocar tumores se o seu consumo médio exceder o meio quilo por semana (cada húngaro consome, em média, meio quilo de paprica por ano). Por conseguinte, o governo proibiu a partir da quinta-feira a venda do pimento em pó até que todos os produtos em circulação no mercado sejam analisados. A aflotoxina chegou à Hungria através de uma espécie de pimentão importado do Brasil e do Perú, segundo explicou o director-geral da agência de segurança alimentar húngara, Péter Biacs. A paprica é um condimento muito utilizado na cozinha húngara, sendo empregue quase diariamente em todas as casas e restaurantes em pratos como o goulash, a sopa de peixe e diversas saladas.Fonte: Diário Digital

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.