Hospital Suíço vai permitir morte assistida

Prática inicia-se em 2006

20 dezembro 2005
  |  Partilhar:

 

Um hospital universitário da cidade de Lausanne, na Suíça, anunciou que irá permitir a prática de eutanásia. Trata-se do primeiro hospital no país a permitir o procedimento, que é feito pela ingestão de um cocktail letal de fármacos.
 

 

A prática é legal na Suíça, mas apenas para pacientes que estejam em pleno domínio das suas faculdades mentais e que sofram de alguma doença incurável. Além disso, essas pessoas não podem estar internadas em entidades hospitalares.
 

 

A partir do ano que vem, no entanto, o hospital dará o direito a pôr termo à vida, a pacientes que estejam conscientes e demasiado doentes para poderem ter alta médica. Com a decisão, os pacientes poderão contar com a assistência de um médico externo ou de um membro da organização pró-eutanásia suíça Exit. Os funcionários do hospital podem escolher se querem ou não estar presentes.
 

 

Um porta-voz da instituição disse à imprensa que a decisão chegou ao fim de três anos de consultas à Associação Médica Suíça e ao Comité Nacional de Ética. Os dois órgãos determinaram que para respeitar o desejo e a independência dos pacientes, a morte assistida só deve ser permitida em casos excepcionais e não ser transformada numa prática de rotina.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 3 Comentar

respeitar o desejo de morrer muito bom

sera possivel comprar o kit para morrer en casa

morte assistida

estou com pressa de morrer ond fica esta local

morte assistida

estou com pressa de morrer ond fica esta local

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.