Hospital S. João do Porto quer recuperar transplantação hepática

Declarações do diretor do Serviço de Cirurgia

27 janeiro 2012
  |  Partilhar:

O Centro Hospitalar de S. João, Porto, quer recuperar a transplantação hepática, que atualmente está centralizada no Centro Hospitalar do Porto/ Hospital de Santo António, revelou o diretor do Serviço de Cirurgia.

 

“Deixámos de fazer este transplante em 2001, mas a ambição, como corolário da nossa experiência, é recuperar a transplantação hepática para o São João”, revelou Costa-Maia à agência Lusa.

 

O diretor do Serviço de Cirurgia do S. João não pretende que “se encerre num lado para abrir num outro, trata-se de juntar, sem bairrismo, a gestão de custos e recursos. O mais provável é que se possa arranjar uma solução em que o Norte tenha um grande centro de transplantação”.

 

“Pode funcionar num dos dois hospitais, com equipas comuns, por exemplo. Não posso dizer qual seria a modalidade, o que posso dizer é que é nossa intenção recuperar aquilo que já fizemos, que foi a transplantação hepática. Não sei se vai ser possível, mas não deixa de ser a nossa intenção, a nossa ambição”, frisou.

 

A transplantação hepática será um dos temas a abordar no curso que a Unidade Hepato-Bilio-Pancreática do Serviço de Cirurgia do S. João vai organizar no Porto, que homenageará Thomas E. Starzl, que “marcou gerações de cirurgiões e investigadores e protagonizou os últimos 60 anos da história cirurgia hepática e da transplantação”.

 

O curso vai incidir nos aspetos da organização e da certificação das unidades para fazer cirurgia do fígado, vias biliares e do pâncreas, explicou Costa-Maia, destacando a presença do cirurgião japonês Masatoshi Makuuchi, por ser “uma das personalidades com maior e mais merecido prestígio na cirurgia hepatobiliar”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.