Hospital escocês realizou experiências secretas com ossos de crianças falecidas
17 junho 2001
  |  Partilhar:

Um hospital escocês retirou em segredo, durante a década
 

de 60, partes de ossos das pernas de milhares de crianças mortas para experiências de radioactividade nuclear, publicou ontem um jornal do país.
 

 

Segundo o semanário "Sunday Herald", médicos do Hospital Pediátrico Yorkshire de Glasgow extraíram, sem autorização dos pais, partes de fémur de mais de 2.100 cadáveres de crianças entre 1959 e 1970, como parte de um projecto de investigação nuclear.
 

 

Por cada ano os médicos retiravam entre 100 e 200 amostras de ossos das pernas de crianças escocesas, que posteriormente eram incineradas.
 

 

Mais de metade das crianças eram bebés que nasciam mortos, embora a experiência também tivesse sido realizada em crianças falecidas até aos 5 anos de idade.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.