Hospital do Porto no topo do tratamento cirúrgico da doença de Parkinson

Projecto internacional visa uniformizar procedimentos

07 dezembro 2005
  |  Partilhar:

O Serviço de Neurocirurgia do Hospital de S. João, Porto, integra um lote de 16 unidades hospitalares europeias que vão uniformizar procedimentos no tratamento cirúrgico da doença de Parkinson. Em declarações à Lusa, o director do serviço, Rui Vaz, disse que esta escolha "resulta do reconhecimento internacional do trabalho pioneiro" desenvolvido neste campo desde 2002 pelo Hospital de S. João. O processo para uniformização de processos está a ser desenvolvido pela multinacional norte-americana Medtronic, líder mundial em tecnologia médica para prolongamento da vida de pessoas que sofrem de doenças crónicas. Segundo Rui Vaz, os portadores de Parkinson são geralmente sujeitos a tratamento com fármacos, visando retardar os efeitos da doença, mas entre cinco a 10 por cento dos casos, a medicação deixa de produzir efeito, pelo que se torna necessário o recurso à cirurgia. "É neste campo que o nosso trabalho foi agora reconhecido internacionalmente, o que nos enche de muito orgulho", disse o responsável pela Neurocirurgia do "S. João", explicando que as intervenções cirúrgicas permitem melhorar em 80 por cento a qualidade de vida dos pacientes. No entanto, o tratamento cirúrgico de Parkinson só pode ser feito em pessoas até 70 anos, advertiu. Rui Vaz disse ainda que o Serviço de Neurocirurgia do Hospital de S. João já operou 40 doentes de Parkinson, desenvolvendo as intervenções ao ritmo de duas por mês. O médico admitiu que se trata de uma cirurgia cara - 15 mil euros por doente, só em implantes -, mas frisou que o Hospital S. João "nunca estabeleceu qualquer limitação orçamental para estas intervenções".Fonte: LusaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.