Hospital de S. João e Fundação do Gil dão apoio domiciliário

Em dois meses foram tratadas 72 crianças

05 abril 2012
  |  Partilhar:

A Unidade Móvel de Apoio Domiciliário (UMAD) do Serviço de Pediatria do Centro Hospitalar de S. João do Porto realizou mais de 70 visitas a crianças com doença aguda ou crónica de toda a região Norte do país, em dois meses.

 

“Em dois meses fizemos 72 visitas. São crianças que noutras circunstâncias tinham de vir ao hospital, deixavam de ir à escola, os pais tinham de deixar de trabalhar. Assim, minimizam-se estes custos que muitas vezes não são tangíveis, mas que são tão ou mais importantes do que os outros”, revelou à agência Lusa, Caldas Afonso, diretor do Serviço de Pediatria do “S. João”.

 

Este é “o objetivo fundamental deste serviço, no fundo é manter uma qualidade assistencial na proximidade, na comunidade, na família e na escola”, frisou.

 

A UMAD, que se encontra a funcionar desde fevereiro, é um projeto resultante de uma parceria com a Fundação do Gil e tem como objetivo dar apoio domiciliário a nível clínico e social, para promover a reinserção das crianças com alta clínica nos seus ambientes familiares de origem.

 

A ambulância, assim como todo o equipamento médico fixo que inclui no seu interior, foram doados por patrocinadores da Fundação do Gil.

 

Entre todas as outras vantagens, este projeto tem “uma componente de humanização muito importante”, realçou Caldas Afonso.

 

O projeto da Fundação do Gil nasceu da constatação de que existem dezenas de crianças internadas nos hospitais, em situação de doença aguda ou crónica, e porque existe o perigo real de não lhes serem prestados os cuidados básicos que necessitam em sua casa, afetando a sua saúde e recuperação.

 

Através deste serviço de assistência pediátrica, está garantido o envio, a partir do hospital, de uma carrinha equipada como um consultório médico de especialidade e com a equipa clínica mais adequada para dar resposta às necessidades das crianças nas respetivas casas.

 

Este projeto pretende também melhorar a qualidade de vida das crianças e das famílias, de modo a promover um ambiente seguro e baixar os custos de internamento.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.