Hospital de Évora começou a colher órgãos para transplante

Primeiro a aplicar procedimento na região alentejana

08 agosto 2006
  |  Partilhar:

 

O Hospital do Espírito Santo, em Évora, tornou-se na semana passada na primeira unidade hospitalar da região do Alentejo a efectuar uma colheita de órgãos para transplante, revelou o respectivo director clínico, Manuel Carvalho.
 

 

O responsável hospitalar explicou que, "já há alguns anos", que o Hospital de Évora pretendia realizar colheitas de órgãos, mas, por tratar-se de "um processo bastante complexo", só agora foi possível implementá-lo. Segundo o director clínico, no país, existe "uma grande carência" de órgãos para responder às necessidades dos "milhares de doentes que aguardam um transplante".
 

 

Na primeira colheita, depois de ter sido confirmado o diagnóstico de "morte cerebral" do doente e da verificação de que "não integrava a lista de não dadores", é que foram accionados os procedimentos médicos para a recolha dos órgãos. "A equipa hospitalar envolvida no processo assegurou o suporte dos órgãos, para estes manterem as funções vitais enquanto se aguardava a chegada de uma equipa de Lisboa para proceder à colheita e ao transporte, tendo também sido realizadas análises para atestar a compatibilidade com o doente receptor", revelou.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.